Prato saudável

O Prato Saudável é uma ferramenta que ajuda a equilibrar almoços e jantares. Coloque-o em prática no seu dia-a-dia!

O que é o método Prato Saudável?

O método do prato saudável é uma ferramenta que o/a ajuda a equilibrar (quantidades adequadas) e variar os seus almoços e jantares num piscar de olhos. É um método prático para o dia-a-dia, muito simples de aplicar e com um resultado fantástico, já que inclui os principais grupos alimentares nestas refeições. Também poderá fazer várias combinações que se adaptem a si.

Como funciona o Prato Saudável?

A primeira coisa é imaginar que dividimos o prato ao meio. Uma dessas metades será destinada à dose de verduras e legumes, privilegiando os da época.
Agora, divida a outra metade, perfazendo dois quartos. Num deles irá a dose de alimentos farináceos, ou seja, aqueles que fornecem hidratos de carbono: cereais e tubérculos. E no outro quarto, irá a dose de alimentos que fornecem proteínas.
Recomenda-se que os farináceos sejam integrais e que, nas proteínas, as carnes sejam magras. Acompanhe com água e frutas da época ou iogurte natural para a sobremesa.


Utilize azeite virgem para temperar e cozinhar. Evite adicionar demasiado sal aos seus preparados culinários e privilegie o uso de especiarias e ervas aromáticas.
 Dentro dessas proporções, pode escolher o alimento que desejar, respeitando a frequência de consumo recomendado para os diferentes grupos de alimentos. Portanto, uma das principais vantagens é que se pode adaptar o menu às preferências ou aos alimentos que se tenha disponíveis naquele momento. Por exemplo, se o menu de um dia específico propõe peixe, e não se tem nesse momento, pode escolher-se outro alimento do mesmo grupo (neste caso, proteico) e o menu continuará equilibrado.


Quando tiver mais prática, será fácil preparar receitas que respeitem as proporções, sem que estejam necessariamente separadas no prato, bem como preparar os primeiros e segundos pratos para a mesma refeição.

Quais os métodos de confeção que posso utilizar?

O mais importante é a variedade, também nos métodos de cozedura. Os vegetais podem ser consumidos crus ou cozidos, sob a forma de salada, puré, creme, estufados, assados, cozidos a vapor, no micro-ondas, no wok, salteados, etc.


Os farináceos podem ser cozidos ou preparados de acordo com as recomendações da embalagem de cada um, bem como as proteínas: pode cozinhá-las como quiser. Recomenda-se, acima de tudo, que não utilize demasiado óleo/azeite e que não abuse das frituras.