Lykke: dicas dinamarquesas para a felicidade

Uma das tendências que está na moda para conseguir o bem-estar é o Lykke, palavra usada pelos dinamarqueses para expressar felicidade. Uma filosofia que aprecia as pequenas coisas, a empatia, o sentir-se útil como barómetro para a felicidade.

As Nações Unidas elaboraram este ano um Relatório Mundial da Felicidade. E a Dinamarca ficou classificada como o 3º país onde as pessoas são mais felizes. Quer sentir como se conseguisse tocar na felicidade? Então tome nota destas simples ideias para a alcançar.

Conselhos de Lykke

Jantar à luz das velas

Sem distrações, com as pessoas de quem gosta e com uma luz ténue, que convide à proximidade. Ou seja, criar um ambiente tranquilo para desfrutar da conversa e de cada pedacinho de comida.

Não se trata apenas de uma refeição com velas, mas sim de fazer disso um ritual, tornar importante a altura de almoçar e jantar.

E como? De várias formas. Por exemplo, pode privilegiar a importância de decorar bem a mesa com toalhas, pratos, copos e talheres a condizer. Colocar talheres de metal e guardanapos de pano. Ou colocar um ramo de flores no centro.

Pode explorar o seu lado criativo para criar detalhes únicos para a mesa com trabalhos feitos à mão, como por exemplo base para copos em cortiça e folhas secas.

Participar na comunidade

Socializar com as pessoas à sua volta. Aumentar o sentimento de pertença e de utilidade. Um simples gesto como conhecer os seus vizinhos. Pode ser mais viável em meios pequenos do que nas cidades.

Uma opção para as metrópoles é participar em eventos de voluntariado na sua área. Pode, também, participar em atividades sociais organizadas pelo seu bairro ou organizar você mesmo um projeto em que possa envolver a comunidade.

Nalgumas cidades existem hortas urbanas e procuram sempre pessoas dispostas a ajudar.

Materialismo versus experiência

O lykke valoriza mais as experiências como fonte enriquecedora de felicidade. Viajar, fazer passeios, ir a um restaurante provar algo novo… Ações que ajudam a crescer e a conhecer-se a si mesmo. Quando viaja percebe que não necessita de estar rodeado de tantas coisas para alcançar a felicidade.

E lá diz o ditado: rico não é quem mais tem… é quem menos precisa! Falamos de transformar o dinheiro em bem-estar, seja pessoal ou familiar.

Andar sobre rodas

Os dinamarqueses são conhecidos por andar de bicicleta para todo o lado. É uma atividade que praticam por ser sustentável para a comunidade, para não contaminar o ambiente e como meio de transporte para ir para a universidade, para o trabalho ou fazer compras.

Já sabemos que o exercício físico tem benefícios, como libertar endorfinas da felicidade, cuidar da saúde do coração ou fortalecer as articulações. Se não sabe andar de bicicleta, pode praticar regularmente outra atividade física para mexer o esqueleto!

A família como união

A importância de passar tempo de qualidade com todos os membros da família: filhos, pais e avôs. Estas relações são enriquecedoras para todos, pois há partilha de histórias, de experiências, de conhecimentos. Isto vai criar memórias e fortalecer os laços de união.

Os seus colegas são importantes

Ser agradecido é sinal de boa educação. Esta frase aproxima-se da ideia do lykke dinamarquês. Trata-se de agradecer cada gesto dos seus colegas, amigos, familiares e conhecidos.

A bondade está à nossa volta

A felicidade também se transmite com pequenos gestos como um sorriso, sendo amável, agradecendo. Apercebe-se que todas as pessoas colaboram mais uns com os outros se tiverem um gesto bondoso. Além disso, estará rodeado de uma comunidade com espírito de entreajuda.

Não leva o trabalho para casa

Falamos em respeitar o seu horário de trabalho. Há um momento para o lazer, outro para dormir e uma parte do dia é dedicada a trabalhar. Não será mais produtivo por fazer horas extras. Pelo contrário, vai sentir-se esgotado e infeliz. Aproveite ao máximo o seu dia de trabalho para não o levar para casa. Tente concentrar-se no seu trabalho para ganhar em eficiência e em qualidade de vida.

Detox digital

As redes sociais, os telemóveis, a TV, os videojogos… são distrações que não nos deixam apreciar a realidade. Desligar-se durante 2h dos aparelhos digitais ou eletrónicos ajuda a apreciar o mundo que nos rodeia e a estar mais presentes nas conversas.

Gargalhada benéfica

Rir tem muitas vantagens, sentimo-nos melhor connosco próprios, reduz o stress, melhora a elasticidade da pele, contagiamos alegria a quem está à nossa volta, e… fazemos exercício! Sabia que ao rirmos mexemos cerca de 400 músculos em todo o corpo? Encontre um momento do dia para pensar naquilo que o faz rir às gargalhadas e veja sempre o lado divertido da vida. Além disso, rir-se de si mesmo é muito positivo pois ajuda a melhorar a autoestima.

Lembre-se, está apenas a 10 passos de conseguir uma vida de felicidade. Com umas pequenas alterações e uma atitude positiva, estará mais próximo do Lykke.